Últimas Notícias

Ministros do STF estão perplexos com a denuncia de fraude eleitoral comandada por Bolsonaro.

(Foto:divulgação)
Caiu como uma bomba na campanha eleitoral de Bolsonaro a denuncia de fraude em sua campanha por conta da contratação de serviços em massa de propagação de notícias falsas contra o candidato Fernando Haddad.


Bolsonaro junto com empresários que apoiam sua candidatura, teriam influenciado o primeiro turno com fake news, gastaram cerca de 12 milhões que não foi declarado ao Tribunal Superior Eleitora.


Bolsonaro já se manifestou de só se limitou a dizer que ''não tem controle'' e reconhece que o ato de propagar falsas notícias de fato é crime. Partido dos Trabalhadores e PDT partido de Ciro Gomes pediram a cassação da chapa de Bolsonaro.


Ministros do Supremo Tribunal Federal comentaram entre si nos bastidores que estão ''perplexos'' com a influência indevida que possivelmente foi dada por conta de falsas notícias. Haddad afirmou em coletiva que já acionou a Policia Federal para investigar e que empresário pode ser preso em flagrante por fraude eleitoral.